Os projetos seguintes foram desenvolvidos no contexto de candidaturas a financiamentos e prémios os quais permitiram à Associação QE inovar na sua atuação, beneficiar a sua comunidade e contribuir de forma dinâmica para uma sociedade mais inclusiva.

4º Orçamento Participativo da União de Freguesias de Sintra

O projeto QE “Parque de estacionamento prioritário para ambulâncias e rampa de acesso”, candidato ao 4º Orçamento Participativo da União de Freguesias de Sintra, foi um dos projetos vencedores na categoria Ambiente e Espaço Público.

A realização desta obra irá não só contribuir para a melhoria dos acessos à QE por parte de pessoas com mobilidade reduzida, como aliviar o congestionamento de viaturas automóveis no perímetro contíguo à entrada principal do Centro de Atividades Ocupacionais.

O acesso de ambulâncias e de outros veículos de emergência médica será beneficiado, contribuindo para a melhoria da eficácia da capacidade de resposta em caso de emergência e promovendo a segurança dos clientes que usufruem do serviço de transporte nestes veículos especializados.

O nosso Obrigado a todos os que votaram neste projeto! 

Image

Prémio Cepsa ao Valor Social 2016

A Associação Quinta Essência foi umas das 4 organizações contempladas pelo Prémio Cepsa ao Valor Social 2016 da Fundación Cepsa, com o projeto “Experiências de Integração Socioprofissionais (EISP)”.

O apoio concedido à Associação Quinta Essência permitirá ampliar a integração sócio-profissional dos clientes da QE através das EISP e melhorar a qualidade do acompanhamento dos clientes envolvidos neste conjunto de atividades, através da contratação de um técnico de apoio à formação que monitorize e avalie a integração socioprofissional dos clientes da QE.

Nas EISP, os clientes da QE são desafiados a participar nestas experiências em ambientes sociais ou profissionais autênticos, relacionando-se sem entraves nestes contextos, depois de devidamente preparados para o efeito. As EISP acrescentam valor às entidades que as acolhem, permitindo que os seus colaboradores possam lidar de perto com a diferença e contribuir ativa e diretamente para a inclusão social.

O projeto será implementado gradualmente, aumentando o número de horas dos beneficiários em contexto real de trabalho.

A complexidade das tarefas a desempenhar pelos beneficiários também aumentará progressivamente, capacitando-os para uma integração socioprofissional mais eficaz e significativa.

A Associação Quinta Essência agradece o reconhecimento e confiança por parte da Fundación Cepsa na missão da QE, e em particular neste projeto,  que considera que todas as pessoas, independentemente do seu nível de autonomia, devem ter a oportunidade de serem inseridas socialmente, visando o princípio da inclusão.

Image
Image

Programa de Apoio ao Associativismo 2016

No âmbito da candidatura da Associação Quinta Essência “Apoio à conservação/beneficiação de infraestruturas da Associação QE” ao Programa de Apoio ao Associativismo da União das Freguesias de Sintra de 2016, foram atribuídos à QE, €1.500,00 que irão permitir a implementação de um plano de manutenção corretiva e preventiva do edificado da Associação QE, nomeadamente a intervenção sobre:

  • Vedações do perímetro exterior da residência;
  • Pontes pedestres;
  • Bancos de repouso.

Com a implementação deste projeto todos os beneficiários da Associação Quinta Essência poderão usufruir de melhores condições para o desenvolvimento dos seus programas de desenvolvimento individual, verificando-se também o aumento da segurança, do conforto, bem-estar e qualidade de vida de todos os que diariamente trabalham e vivem na Associação Quinta Essência.

Image

"Cozinh'Arte" (Programa EDP Solidária - Inclusão Social 2015)

O projeto Cozinh’Arte da Associação QE, um dos 25 projetos apoiados pelo Programa EDP Solidária - Inclusão Social 2015, permitiu a criação de um atelier de confeção de produtos alimentares por pessoas com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais, através da ampliação do refeitório da QE, que mantendo a polivalência atual, para um atelier de culinária, pode agora acolher um maior número de clientes.  

O Cozinh’Arte permitirá consolidar projetos-piloto em funcionamento na QE há três anos, como o projeto “Doces e Salgados”, que tem contribuído quer para a colocação de clientes no mercado de trabalho, quer para o desenvolvimento de competências funcionais dos clientes com maiores dificuldades de empregabilidade pela natureza das suas limitações.

O projeto Cozinh’Arte será interligado com a horta solidária QE (projeto apoiado pela Fundação EDP e implementado na Associação QE em 2011), utilizando os produtos aí cultivados na confeção alimentar.  

A Associação QE tem implementada a norma HACCP certificando a segurança e higiene alimentar. 

São objetivos do Cozinh'Arte:

  1. Adaptar e equipar o refeitório da Associação QE num espaço para a realização de um atelier de confeção alimentar;
  2. Aumento do número de clientes que participam nas atividades de confeção de alimentos;
  3. Diversificação dos produtos alimentares confecionados - ampliação do número de projetos de confeção de alimentos;
  4.  Utilização dos vegetais e legumes das hortas solidárias (projeto financiado pela FEDP em 2011);
  5. Criação de um livro de receitas da Associação QE;
  6. Alargamento do número de parcerias da Associação QE que permitam o escoamento dos produtos confecionados, nomeadamente parcerias com restaurantes e empresas de alimentação da zona. 
Image

POR Lisboa

A Associação QE procedeu à instalação do sistema solar térmico e sistema de iluminação elétrica através de uma candidatura, deferida, ao apoio do Programa Operacional Regional do PorLisboa, Eixo n.º 2 – Sustentabilidade Territorial, Regulamento Específico "Energia", com código da Operação FEDER-02-0765-FEDER000603, na qual lhe foi atribuída uma comparticipação financeira pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 

 Os valores deste investimento são:

  • Total do Investimento: 39.998,77€
  • Comparticipação FEDER: 19.999,39€
Image

“ComunicArte”: Menção Honrosa BPI Capacitar

A menção honrosa com a qual a Associação QE foi distinguida pelo projeto "ComunicArte", no âmbito do Prémio BPI Capacitar 2013, irá permitir dotar o atelier ComunicArte de equipamentos e dispositivos de acessibilidade digital e software de comunicação aumentativa e apoio à literacia, disponíveis a todos os clientes da instituição.

Visando dois objetivos essenciais,

  1. potenciar a acessibilidade digital dos nossos clientes, em particular aqueles que apresentam compromissos e lacunas ao nível da comunicação oral e/ou escrita; e
  2. desenvolver competências de literacia e numeracia, capacitando os nossos clientes para uma plena integração social,

são esperados resultados ao nível da aquisição e desenvolvimento de competências comunicativas, com impacto na vida de cada cliente envolvido, na Associação e na comunidade envolvente.

O recurso às novas tecnologias de comunicação aumentativa e de informação permite o aumento da acessibilidade digital e real das pessoas com Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais (DID), aos seus contextos de vida, de socialização e de formação.

O acesso ao computador e a utilização de softwares específicos possibilita a transformação das relações comunicativas, ao contribuir para a criação de espaços comunicativos intersubjectivos, onde os desejos, afectos e emoções, vontades e sentimentos podem ser partilhados. Aspectos básicos do dia-a-dia como fazer pedidos num espaço público, pedir informações, solicitar apoio ou intervir socialmente ficam assim mais disponíveis para estas pessoas, que até agora estavam dependentes de terceiros para se conseguirem expressar ou que necessitavam de várias tentativas para o fazer.

Image

"Lança Sementes" (Programa EDP Solidária - Inclusão Social 2011)

O Projeto Lança Sementes da Associação Qe é apoiado pela Fundação EDP, através do Programa EDP Solidária 2011 e tem por base duas ações distintas mas complementares: Ação Germinar e Ação Mentalizar.

Através da Ação Germinar pretendemos criar uma horta biológica no terreno da Associação Qe para cultivo de produtos hortícolas e ervas aromáticas, possibilitando aos nossos utentes o desenvolvimento de atividades que potenciem a sua autonomia. Se para alguns utentes, a participação em atividades na horta terá um fim ocupacional, para outros será um complemento à formação na área de jardinagem (já existente).

A Ação Germinar irá também permitir melhorar a alimentação dos utentes através do consumo dos produtos biológicos cultivados na horta e reduzir os custos da Associação Qe na aquisição de produtos hortícolas comprados para as refeições.

A segunda fase do projeto Lança Sementes é composta pela Ação Mentalizar, que através da dinamização de visitas de estudo à Associação QE em parceria com várias escolas do concelho de Sintra e da participação em feiras de produtos biológicos, irá contribuir para a educação ambiental do público em geral e para a aceitação e integração das pessoas com atraso de desenvolvimento intelectual na sociedade.

Image